Pesquisa
avançada
12757 joguetes

Retarded Yellow Movie of The Week

Edição Especial Adulta de Luxo de Filmes 2014

Hoje vamos prestigiar alguns filmes belos, miogs. Melhor que isso, só imaginar quem venceria a batalha do século entre Bruno Napoleão e seu NEMESIS, o MC Emanuel Aquino. Requinte vs putaria oficial. Chamo para juiz do combate, Billy Mitchell.

Para começar, o melhor filme que vi em 2014, pelo que me lembre, provavelmente foi Gun Woman.

Um filme com apenas duas estrelas no imdb não pode ser ruim.

Magnífico pra caralho, é do diretor Kurando Mitsutake, que fez e atuou em uns filme ruim pra cacete, tipo um em que ele é um samurai gordines cego que anda enfrentando uns magrão aleatório no futuro em um cenário caseiro e que tem uma cena que até diverte contra uma bruxa grávida. O samurai não queria matar a bruxa pra não ferir a criança, aí ele corta a barriga dela enquanto enfrenta uns zumbis, extrai a criança viva e mata a bruxa, isso tudo no meio da luta, com a criança voando e tudo. Mas Gun Woman é uma genialidade, dessa vez ele acertou. Um excelente trash com tudo que tem direito. Outra característica do diretor é que ele filma fora do japão e usa atores americanos e algumas partes dos filmes são em inglês. Claro que os atores americanos usados são nível super trash, pior que filme pornô. Já a Asami é atriz pornô mesmo, só que atriz pornô do japão e com o maior queixo inexistente do mundo. Então quem estranha ela se sujeitando a fazer as coisas ridículas do Gun Woman e achando OUSADO pra cacete, ela está acostumada a fazer muito mais nojeira. E neste filme rola uma excelente atuação, inclusive ela só fala uma palavra no filme todo. O vilão também está especialmente magnífico, coisa poucas vezes vista.

A história é simples: um magrão aleatório faz um plano pra se vingar do vilão que matou a mulher dele. O plano consiste em pegar uma mulher mais aleatória ainda, treinar ela, esconder uma arma dentro do corpo com cirurgia pra ela entrar em um lugar se fingindo de morta, acordar, arrancar a arma do corpo e matar todo mundo em menos de 20 minutos, que é o tempo que ela vai levar pra morrer por perda de sangue. Só que é genial pra cacete, só acontece arte, portanto não vou spoilear.

As músicas são de tecladinho anos 80, a atuação da Asami é digna de oscar, ela faz todo tipo de merda imaginável com toda seriedade, os atores americanos são tosqueira pura, o vilão é alucinado, a direção é excelente e a história é boa e não rola podreira de sangue e nojeira como na maioria dos filmes recentes, é tudo um trash de muito bom gosto. Não poderia recomendar mais. Nem menos.

Se não é rosker, tem que assistir:

E agora vamos a um filme ruim.

Fury, o filme de TANQUINHO na segunda guerra do Brad Pitt.

Chato pra cacete e cheio dos furos. O combate com o tanque alemão é irreal, mas tudo bem. O combate final é absurdo, 300 soldados da SS com armas anti-tanque não conseguem destruir o tanquezinho parado e sem esteira com cinco caras dentro, mas tudo bem. Jogam duas granada dentro do tanque no fim e o corpo do Brad Pitt fica inteiro. Tudo certo. O furo maior mesmo é o Brad Pitt tentando fazer papel de machão. Sem condições. Chama o Mike Tyson aí pra ele dar de machão: https://www.youtube.com/watch?v=iQFtYyu581E

A única coisa decente é que aparece os alemão cantando por alguns segundos a música da legião estrangeira durante a marcha. O resto é só chatice e MIMIMI sobre os horrores da guerra.

Se quiserem filme de tanque bom, o melhor que existe é Kelly's Heroes, claro. Outro legal é o do Humphrey Bogart, Sahara, que ele vai recolhendo e empilhando todo mundo no tanque, alemão, italiano, africano, francês. Esse sim.

E agora um filme bom que pouca gente viu e que o Harlan Ellison me recomendou no Harlan Watching: The Sorcerer, de 1977, com o Roy Scheider, mais famoso pelo Tubarão, começa enrolado e incompreensível pra cacete e mostra como quatro magrões se fuderam e ficaram presos em um país do mal. Pra conseguir dinheiro pra fugir eles aceitam pilotar dois caminhões cheios de nitroglicerina ou algum explosivo instável pra cacete pelo meio da selva, sendo que qualquer sacudida pode fazer o caminhão explodir. Aí que fica arte e o final é sensacional. Imperdível pra cacete para quem não gosta de Poe (a cantora, não o ébrio.) E quem fala desse filme e menciona a história francesa original é porque quer ter sua screen printada e enviada para a Panelinha Libertária para ser patrulhado pelos bocholas. Ou não?

Ninja 2 The Shadow of a Tear, do nosso considerado Scott Adkins, superou as expectativas. Tem todos os elementos clássicos, ele acha os equipamentos ninja escondidos no meio do mato por ninjas da segunda guerra, as lutas são muito boas e sem efeitos de computador e rola uma cena excelente em que ele enfrenta cinco caras num só take, e ele cria poções e porcarias ninja por nada. Tem um bom duelo com o filho trouxa do Sho Kosugi no fim, após a maneira sensacional como o ninja descobre que ele é o vilão (porque ele tá recebendo DOGRAS pelo correio, tem uma caixa de dogras ali na academia com o endereço e tudo) e tem até os gestos clássicos de ninja.

Muito melhor que o primeiro.

Contemple os gestos ninja:

Outro filme sensacional é Why dont you play in hell?

Um grupo de nerds mongoloides quer fazer um filme e tal e acaba sendo obrigado por um yakuza que quer agradar a mulher que está saindo da cadeia depois de anos por ter matado um milhão de yakuzas que invadiram a casa dela. O sonho dela era ver a filha atriz fazer um filme. Demencia total a partir da metade. Claro que o filme é feito com tanto afinco que eles se matam de verdade.

Rola até um ator clone do Bruce Lee.

Deslizando no sangue.

Agora se já viu Tokyo em Decadencia e quiser se fuder mais ainda, tem que assistir Guilty of Romance. É nível Romance X com Natsuo Kirino com Double Dragon Neon com DJ Mitch Van Hayden remixado por Mitsu the Beats e mais tudo o que existe de ruim no mundo da arte. Rola até a atriz do Hard Revenge Mili. Mas tem que ver a versão completa, com 10 horinhas, senão não tem graça. É de fuder o cu do palhaço. Não poderia recomendar mais para os legitimos entusiastas da arte. Obrigado, Bruno Napoleão.

leia mais Retarded Yellow Movie of The Week

Últimos jogos vistos

tu se acha o ardcór das parada?