Pesquisa
avançada
12782 joguetes

Ys VI - The Ark of Napishtim

Ys 6

  • Windows
  • 2003
  • DVD
  • 1
  • 3D
  • auuuuuuuuuuu :~(

  • au

  • enfrente um monstro e não pise na lava

  • robôs dentro da nave espacial

  • enfrentando um inimigo au

  • auuuuuuuu

Vejam bem, miogs, os amigos da Falcom continuam até hoje produzindo novas versões e continuações das antigas séries que eles faziam nos anos 80, como Dragon Slayer, Brandish e Ys. São jogos 3D bem feitos, com gráficos num nível de EXCELÊNCIA jamais visto por olhos mortais e rodando tranquilamente em máquinas não muito poderosas, com jogabilidade simples e agradável. É como se os jogos dos anos 80 tivessem a sua disposição o hardware atual, segundo meu considerado Sir Ian em seu imperecível review feito para o suplemento de informática da Gazeta de Pissaraguatuba de junho de 2002.

Essas obras agradarão os jogadores dos originais, quem gosta de RPGs e arcades no estilo antigo e quem gosta de otakice em geral, que é disso que se trata nos jogalhões dessa softhouse fantástica, meus caros.

Ys 6 segue do final do 5, que se não me engano tinha saído a ultima vez pro Super NES. Adol cai do navio de seus amigos piratas e vai parar em uma ilha onde vivem uns seres ORELHUDOS. Lá tem ruínas antigas, uma outra vila humana e uma antiga LEGENDA que vai unir a história à da terra voadora de Ys. Obviamente, aparecem do nada vários personagens dos jogos anteriores, depois os piratas voltam e também os soldados que tão seguindo eles.

O jogo é um arcade RPG visto de cima, tudo 3D, com um monte de ação e golpes diferentes, e mágicas e itens, fora subquests e diversos itens escondidos no cenário. Diversão HONESTA para todas as idades, miogs, sem sacanagem. É grande mas não é massivo a ponto de enojar e é uma história de aventura NORMAL, sem veadagens e mongolices, como naqueles hediondos Fianal Fantasy da vida.

Comprem agora mesmo o original e não usem os hacks dos piratas chinelos que ficam traduzindo o jogo. Este sim é um clássico da ERA DE OURO. Quem não gostou é porque não entendeu e aí tem mais é que ficar clicando ATTACK nas lutinhas do Final Fantasy 7.