Pesquisa
avançada
12782 joguetes

se estiveres te sentindo um merda

Clique aqui

Tesla Effect - a Tex Murphy adventure

  • Windows
  • 2014
  • distribuição online
  • Big Finnish Games
  • 1
  • 3D, Digitalizados
  • escritorio do tex. agora tem lanterninha estilo doom 3.

  • tem até um zumbi MORLOCK

  • cuidado, homem de ferro, cuidado ou o tex vai acabar com esse traveco no final mais engraçado

  • o restaurante do inspector burns

  • cenas brilhantes

  • escolha opções de dialogo que mal dá pra prever o que ele vai dizer, como sempre

  • as maquiagens sensacionais estão de volta

  • interrogando

  • titulo

Ora, vejam só, uma aventura do Tex Murphy de 16 giga! Deve ser maravilhoso! Tudo isso graças aos fãs que pagaram o kickstart para trazer de volta esta série de adventures da era de outro, digo, de ouro dos jogos full motion video.

Este jogo vai agradar mesmo os fãs, porque tem tudo que os originais tinham só que em escala ÉPICA: filmes digitalizados, diálogos imbecis, atuações e atores toscos originais e mais outros de mesmo nível, incluindo a participação de duas frases (sério, ele só fala duas frases) do James Earl Jones de novo, o pixel hunt animalesco em fases 3D, só que agora muito maiores, porque a tecnologia permite cenários maiores, as engraçadices do detetive babacão Tex Murphy, a história absurda e sem sentido nenhum e enorme que fica enrolando e duvido que alguém preste mesmo atenção, os puzzles de lógica que até que são divertidos e que claramente estão no jogo para encher linguiça (tem uma parte com 4 ou 5 puzzles na sequencia). Está tudo aqui! Multiplos caminhos e cinco finais diferentes, inclusive um em que Tex acaba com um travecão gordo gigante. É como se os monoglinos da Access tivessem disponível a tecnologia de hoje nos anos 90. E é isso mesmo o que aconteceu, na verdade. Claro que se não fores admirador e não tiveres apreciado os jogos anteriores, nem vale a pena.

A história continua a partir do final do Overseer, quando Tex tinha sido capturado por algum vilão obscuro na saída do restaurante, e agora começa sete anos depois, para justifica o tempo que passou desde o jogo anterior (16 anos) e o envelhecimento dos atores. Ele está com amnésia e não se lembra de nada que aconteceu e descobre que está envolvido em um caso para encontrar o RAIO DA MORTE de Tesla. Tem uns vilões que querem destruir o mundo, também, um monte de barangas para escolher ou podes tentar descobrir o que aconteceu com a mulher da banca de jornais que foi capturada com ele no fim do Overseer.

Achei que seria facilitado para os dias de hoje, mas toda a bronha do pixel hunt em 3D está aqui de verdade. Os vídeos ficaram muito bons, de tela inteira e alta qualidade, com um monte de diálogos imbecis pra escolher e a maioria influenciando mesmo o caminho que o jogo toma, com cenários e lugares que podem nem aparecer dependendo do que tu faz. As músicas são no mesmo estilo do Killing Moon. Tem um modo CASUAL que tenta diminuir a sacanagem e faz os objetos que podem ser pegos brilharem quando a luz da tua lanterna passa por eles, mas mesmo assim o scrachoc é fenomenal. Reaproveitaram até o puzzle dos vinhos do Countdown e aqueles labirintos que tem que fugir dos guardas em arcades esdruxulos e se é visto morre instantaneamente. Tem até o gritinho UAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAHAHA. Vou choramingar um pouco.

Rolam vários objetos e coisas escondidas que liberam um décimo terceiro dia secreto (o jogo agora se divide em 12 dias) e tem muitas menções e flashbacks aos jogos anteriores quando examinas alguns objetos, que nem no Countdown (rola até um flashback para a fase arcade do Mean Streets) e o Tex encontra quem roubou a arma dele no Killing Moon. Achei que ia ser uma bomba, mas foi legal de jogar, surpreendeu e recomendo que COMPREM COMPREM COMPREM o original por meios legais, é claro, para incentivar a fazerem mais (porque certamente precisamos de mais jogos do Tex Chaturf). Se formos lócs. É como se o mundo não tivesse evoluido nada e ainda rolassem arcades trouxões no meio de adventures.

A única coisa mal feita pra cacete são os cenários 3D, que estão bem vagabundos, apesar de serem grandes (saindo do escritório pode explorar a rua toda direto, sem ter que carregar algumas horas que nem no Killing Moon). Podiam melhorar os gráficos.