Pesquisa
avançada
15409 joguetes

  • PC DOS
  • 1988
  • 2 Disquetes 5 1/4
  • 1
  • DOSbox
  • arquivo Wasteland (1988).zip temporariamente indisponível
  • entrada

  • olhando os atributos de um personagem

  • um monte de skill engenhoso

  • usando o rádio para se promover. pena que ainda não deu :(

  • explorando a wasteland

  • explorando outra colônia

  • descrições fodanchosas

  • um monte de item que eu não sei pra que serve (e nem o manual)

  • mais descrições engenhosas. tem itens escondidos debaixo da cama :D

  • na enfermaria

  • em outra colonia

  • o jogo mandando ler os parágrafos

  • enfrentando Opossums

  • um Desert Lizard

  • explorando um tunnel

  • um monte de coelhos de armadura me atacando

  • fugindo dos coelhos do mal

  • portas de aço guardando o dinheiro :(

Esse é um dos RPGs mais clássicos com tema apocalíptico! Houve um mal entendido que disparou a terceira guerra mundial e os militares esvaziaram a prisão federal, transformando-a em uma colônia de sobreviventes, chamada de Ranger Center pelo jogo. O objetivo é usar um time de rangers para investigar as outras colônias e defender o Ranger Center de ataques dos antigos criminosos da prisão que sobreviveram no deserto.

Lógico que o objetivo final é desvendar a trama que iniciou a terceira guerra!

Podes criar 4 jogadores e pegar mais 3 aliados pelo caminho. tora é que os aliados tem vontade própria às vezes e daí resolvem não obedecer os teus comandos. O jogo parece um pouco com o Ultima IV, inclusive na parte do talk (que eu ainda não faço idéia dos subjects disponíveis nas falas), mas os comandos do jogo são bem mais simplificados. Dá para usar direto os "atributos" dos jogadores no cenário. Por exemplo, para quebrar uma porta, tem que usar strength nela. O sistema de skills também é bem engenhoso, reaproveitado parcialmente pelos Fallout.

Os encontros são aleatórios e similares aos dos RPGs de sempre, mas também têm uns lances engraçados. Na hora de fugir, o ícone do bicho fica no cenário, onde o encontro aconteceu e daí pode voltar para matar ele depois. A fuga é incremental: vai fugindo aos poucos, mas o bicho segue te batendo enquanto isso. Pode ir para a tela de encontro via comando, mesmo sem ter bichos para enfrentar. A idéia é efetuar mais facilmente alguns comandos de preparo de combate, como reload ou unjam weapon. O manual diz que isso também funciona para "atrair a atenção de alguém", mas deve ser rasgação de ouvido.

Também pode dividir o teu grupo em grupos menores usando o comando Disband (ler o manual faz bem mesmo, pois eu nunca adivinharia isso). Alguns lugares só permitem a passagem de individuais ou de grupos pequenos, por exemplo. A promoção dos personagens se dá pelo uso do comando Radio. Tem que chamar o comando central via rádio para eles avaliar a tua promoção, eh eh. Pelo menos não gasta nada fazendo isso.

Outra torice afu é que pode criar MACROS nas teclas de função para automatizar tarefas mais repetitivas.

Tem horas que o jogo te manda ler uns parágrafos (ex: read paragraph 84) que estão num suplemento do manual para entender o que está acontecendo. O manual sugere que ler esses parágrafos é questão de decidir o quão difícil o jogo vai ser. É um tipo de hintbook guiado, mas podiam deixar os textos direto no jogo que não fariam muita diferença, na real.