Pesquisa
avançada
12918 joguetes

tu se acha o ardcór das parada?

Game ovo Insert Coin

Decap Attack

  • Estrelado pelo Cabeçorra.

  • Espantoso!

  • assombroso.

  • dinâmico!

  • reverberante.

  • ENSURDECEDOR.

Assomboroso. Uma aventura ASSOMBOROSA por plataformas. Assomborosa, sim, eu sei que tu não entendeu.

Sim. Tu és uma múmia. Essa é a boa desculpa pra animação desconjuntada do personagem principal.

Agora a parte boa: a jogabildade é agradável, superior ao Sonic e seus clones, pisando em cima dos Chester Cheeta e Aeros da vida. Porque é feito pela Sega. E a Sega sabia fazer jogo de plataforma, ao contrário da Sunsoft e desses outros merdas. Claro que eles esqueceram tudo quando fizeram o Sonic, mas tudo bem, porque antes presentearam o mundo com o viril Mickey Mouse in the Castle of Illusion.

Prepare-se para uma revelação. Além do tradicional método de pular em cima pra matar os adversários, podes lançar uma CABEÇA retrátil do teu peito para soquear as outras criaturas.

Assombroso. Assombroso.

Diz na tela título que o jogo é estrelado pelo Chuck D. Head, ou Chuck O. Cabeça, sugerindo que a múmia decaptada lançadora de cabeças retráteis que controlas é esse tal Chuck. Mas eis que na apresentação um ogro vermelho com cara de cerebral se diz chamar Chuck. Agora fiquei confuso. Será que a múmia é o Chuck? Será que é o ogro vermelho que não aparece mais durante o jogo? Será que o ogro se vestiu de múmia decaptada que lança uma cabeça retrátil pelo peito?

Tantas dúvidas.

Mas não importa: este jogo é ASSOMBROSO. Sim, em termos de jogabilidade, grafismos e banda sonora. E temática, por que não? Estou falando de um passatempo sem igual aqui.

Fui interrompido pelo telefone.

Que distração inoportuna.

Perdi o fio da meada.

O que eu estava dizendo mesmo? É trabalhoso demais ler o texto acima. Não o farei.

Recomeçarei o review. Deixa eu ir lá jogar de novo.

Ah. Assombroso. Revivi as assombrosas emoções que senti ao jogar pela primeira vez este ABSORVENTE vídeo-jogo, quando loquei-o-o na locadora D Tudo 1 Pouco. Controlar uma múmia decaptada com pernas e braços vermelhos que lança uma CABEÇORRA RETRÁTIL do peito é por demais de encantador. Quanto simbolismo e surrealismo no ato de lançar uma cabeça retrátil por entre as frestas dos panos que acobertam o peito vermelho de uma múmia decaptada.

Outro detalhe lírico que acredito ter-me escapado à atenção no meu review anterior deste jogo, antes d'eu ter sido bruscamente interrompido pelo telefone, é o fato da ilha, eu acho que é uma ilha, onde se passa a ação ter o formato de um esqueleto multi-colorido com um churrasco de água no lugar de um dos braços. Sim, um churrasco de água. POESIA VISUAL. Ah, a arte nos videogames dos anos 90.

Analisemos neste momento a tela título. Observe a adeqüada escolha de cores. O detalhamento gráfico da pequena ilustração central, dando indícios de que uma assombrosa aventura nos espera, promessa esta feita pela MÚMIA-DECAPTADA segurando um crânio e saindo da fotinha em direção ao jogador, num efeito tridimensional simplesmente perfeito, e num tom que é meio-termo entre o ameaçador e ousado, criativamente falando.

Blocos! Estou vendo blocos compondo o cenário da fase 1! Tijolinhos! Quadrados! Ah, espantoso. Espantoso.

Este título é mesmo imperdível. Um petardo. Comovente, também. Vou lá jogar de novo.

Recomendado.


P.S.: Eu sei. Algumas ESCOLAS influenciadas pelo psicologismo barato afirmam não se tratar de uma cabeçorra retrátil aquilo saindo do peito da múmia decaptada. Infâmias. Infâmias. MÃNIACOS!

MÃÃÃÃÃÃÃÃNIACOS!